Pão de Queijo de mentirinha: para uma #segundasemcarne

Bom dia!

Como falei AQUI, escolhi as segundas-feiras para reduzir o consumo de produtos de origem animal. Não é uma tarefa fácil, pois produtos verdadeiramente veganos (preparações com ovos e derivados de leite não são!) ainda são artigos de luxo em Florianópolis.
Foi então que descobri a receita FÁCIL deste falso pão de queijo. Fiz algumas adaptações, de acordo com o meu gosto e com o que tinha em casa, e cheguei num pãozinho delicioso, que parece, mas não é: zero queijo ou qualquer outro ingrediente de origem animal.

PÃO DE QUEIJO DE MENTIRINHA:
Rendimento: 15 Unidades

1418036539869

Ingredientes:
250g de batata doce cozida (pode ser substituída por batata salsa / mandioquinha)
250g de polvilho azedo
3 colheres (sopa) de linhaça dourada
3 colheres (sopa) de chia
70ml de azeite de oliva extra virgem
60ml água
1 colher (chá) de sal
Ervas a gosto (usei salsinha, mas fica delicioso também com orégano)

1418036405948
Como fazer:
Descasque e cozinhe a batata doce até que fique macia.
E
m um processador de alimentos, coloque a batata cozida e acrescente todos os outros ingredientes. E é só isso! A massa está pronta para se transformar em lindos pãezinhos. Se não tiver processador, pode amassar a batata doce com um garfo e misturar os outros ingredientes com a mão, até ficar homogêneo e a massa não grudar.
Faça bolinhas médias e asse em forma levemente untada com azeite de oliva, por cerca de 25 minutos. 
Pronto!

1418039640697

Se quiser, congele as bolinhas (sem assar) em um prato e depois coloque-as em sacos plásticos, por até 30 dias. Para assar, elas vão do freezer direto para o forno, por aproximadamente 30 minutos.

1418039772007

É ou não é um super coringa ter esses pãezinhos congelados?

Anúncios

Frango com laranja e gengibre

Enfim, Sexta-feira!
O melhor dia da semana, né?!

E a receita de hoje segue na mesma vibe: é do bem e é fácil, além de sujar quase nada de louça.

FRANGO COM LARANJA E GENGIBRE:
Rendimento: 2 porções

1417770871961

Ingredientes:
1 coxa e 1 sobrecoxa de frango (ou a parte de sua preferência)
1 laranja pera
gengibre a gosto (usei um pedaço de 2cm)
1 colher (sopa) de mel
sal
pimenta do reino

Como fazer:
Comece retirando a pele do frango (a receita é do bem, lembra?!). Tire as raspas da laranja e esprema o suco (pode ser na mão. A ideia é sujar o mínimo possível). Tempere o frango com sal, pimenta do reino, suco e raspas da laranja e o gengibre cortado em cubos bem pequenos. Deixe o frango descansando nesse tempero por, pelo menos, 30 minutos.
Forre uma travessa com papel alumínio e coloque os pedaços de frangos. Feche com o alumínio e asse em forno médio por 40 minutos.

1417690948274

Depois de assado, tire o papel alumínio que ficou em cima do frango (com cuidado, pois o interior da travessa fica cheio de vapor) e coloque o mel. Volte ao forno por mais 10 minutos ou até dourar.

A sugestão é acompanhar com arroz, pois o molho que se forma no cozimento do frango fica delicioso misturado ao grão. Eu reaproveitei um arroz integral feito no dia anterior: em uma panela com um fio de azeite extra virgem refoguei alho, cebola e brócolis; acrescentei o arroz ‘deontê’ e servi com castanhas de caju.

1417771007826

Corre que dá tempo de fazer ainda hoje!
 

Moqueca de Banana da Terra

Na busca por opções para a #segundasemcarne, cheguei em algumas receitas de moqueca de banana da terra, onde a fruta assume o lugar de protagonista dos peixes e camarões.
Adoro moqueca… e amo bananas. Por que não unir os dois?

MOQUECA (abaianada) DE BANANA DA TERRA:
Rendimento: 2 porções

1417567052664
Ingredientes:

2 bananas da terra
1 cebola média
4 dentes de alho
1 tomate
1/2 pimentão vermelho
1 colher (sopa) de azeite de dendê
1 colher (sopa) de manteiga de coco (pode ser substituída pelo leite de coco, preferencialmente caseiro. Receita em breve!)
sal
pimenta do reino
cebolinha verde

1417566915517

Como fazer:
Como uma boa moqueca, comece aquecendo a panela de barro (mas que pode ser substituída por outro tipo de panela).
Refogue no azeite de dendê a cebola, o alho e o pimentão picados. Após 5 minutos, acrescente o tomate cortado em cubos e refogue por mais 2 minutos.
Descasque as bananas e corte em fatias grossas, de aproximadamente dois dedos. Junte ao refogado e tempere com sal e pimenta. Cozinhe por 5 minutos, adicionando água ou caldo de legumes (receita AQUI) aos poucos, formando assim o caldo da moqueca. Ajuste o sal e a pimenta, se necessário.
Quando a banana estiver macia, desligue o fogo e acrescente a manteiga de coco, para que derreta com o calor da panela.
Finalize com a cebolinha verde.

Sirva a moqueca com arroz branco (ou com arroz integral temperado com MUITA pimenta do reino, como eu).

1417567020347

Não é uma opção incrível para variar das moquecas tradicionais?

Polenta (e aveia) com cogumelos: Para uma #segundasemcarne

Bom dia, pessoas.
Vamos começar mais uma semana?!

Há alguns meses comecei a ler sobre a SEGUNDA SEM CARNE, um movimento mundial que busca conscientizar as pessoas sobre o consumo exagerado de produtos de origem animal.
Que o excesso de carne pode trazer danos à saúde, eu já sabia. Mas a SEGUNDA SEM CARNE vai além: busca mostrar também os impactos na sociedade, nos animas e no planeta.

Entre as coisas que venho lendo desde então, muitas não tinha nem ideia, como o aumento da emissão de gás carbônico estar relacionado ao alto consumo de carne. Mas nada me assustou mais do que isso: para a produção de 1kg de proteína animal é necessário 15kg de proteína vegetal. 15kg! Quantas pessoas se alimentam com 15kg de proteína?

Foi então que decidi fugir das carnes e derivados no primeiro dia útil da semana. A intenção não é me tornar vegana (missão quase impossível para filha de gaúchos, criada a base de churrasco e carreteiro), mas sim descobrir novos sabores, me alimentar de maneira mais saudável e, de quebra, contribuir para um mundo melhor.

Que tal fazer a receita de hoje e deixar aquele bifão para outro dia?

*Para saber mais sobre a SEGUNDA SEM CARNE, cliquei AQUI.

POLENTA (e aveia) COM COGUMELOS:
Rendimento: 2 porções

1417390495253

Ingredientes:

Para a polenta:
1 xícara de farinha de milho pré-cozida (tipo polentina)
2 colheres (sopa) de farelo de aveia
3 xícaras de caldo de legumes (feito com: 1 cenoura, 2 folhas de louro, 1 cebola, 2 dentes de alho, 4 grãos de pimenta do reino preta e 2 litros de água)
sal
orégano
pimenta

Para o molho de cogumelos:
200g de cogumelos (usei o hiratake, mas pode ser o da sua preferência)
10 tomates tipo cereja
1 cebola
2 dentes de alho
azeite de oliva extra virgem
sal
pimenta
cebolinha verde

PhotoGrid_1417390786531

Como fazer:
Comece fazendo o caldo de legumes usado no cozimento da polenta: em uma panela leve a fervura em fogo baixo a água, a cebola, o alho, a cenoura, as folhas de louro e os grãos de pimenta. Deixe ferver por 40 minutos.
Enquanto isso, prepare o molho de cogumelos: em uma frigideira funda, refogue a cebola e o alho em um fio de azeite. Quando estiverem dourados, junte os cogumelos e cozinhe por 5 minutos. Acrescente os tomates, tempere com sal e pimenta. Finalize com a cebolinha verde e reserve.
Para a polenta, junte ao caldo de legumes a farinha de milho, a aveia e o orégano. Sempre mexendo, cozinhe a polenta por 5 minutos. Ajuste o sal e a pimenta e cozinhe por mais 2 minutos. Pronto!

Sirva a polenta bem quentinha com o molho de cogumelos por cima e, se quiser, acompanhada de folhas de rúcula.

1417390668079

Alguém lembra que existe carne com um prato desses?

O Primeiro de muitos (assim espero!): Macarrão com Sardinha

Oi!

Eu sou a Gabi e inventei de ter um blog. E não, não é a primeira vez que tenho essa ideia (mas espero que agora a empolgação em postar se mantenha).
Criei esse espaço na intenção de ‘registrar’ as comidinhas saudáveis (mas com cara de gordice) que faço.
Se você tem o mesmo objetivo que eu – comer bem, mas de um jeito menos do mal -, talvez minhas receitas/dicas/pitacos interessem.

Vamos começar?

O nome do blog surgiu de uma piada agora-não-mais-interna que faço com meu marido: há 4 anos fiz a cirurgia bariátrica e perdi 45kg. Com a redução de estômago mudei alguns hábitos, e um deles foi reduzir o uso do bacon para ‘temperar’ (a regra é clara: T-O-D-A comida que leva bacon fica boa). E eu, que adorava colocar bacon em tudo, fiquei perdida.

Foi aí que o alho, até então fora da minha vida, chegou e reinou absoluto. Como que eu vivi tanto tempo dizendo que não gostava de alho? Como?
Hoje pode faltar muita coisa na minha cozinha (inclusive bacon), mas alho… jamais!

Depois de toda a minha declaração de amor por essa coisinha gostosa que compromete gravemente o hálito de toda uma população, a primeira receita (que é mais uma dica) tinha que ter alho, muito alho.

MACARRÃO COM SARDINHA (e alho):
Rendimento: 2 porções

1417213992055

Ingredientes:
1 xícara de macarrão de arroz tipo penne (ou o macarrão da sua preferência. Uso o de arroz pois controlo o consumo exagerado de glúten)
2 latas de sardinha em óleo (a sardinha conservada em óleo tem 2x mais Ômega 3 e menos da metade de sódio da versão light. Dá pra acreditar nisso?)
1 brócolis chinês
7 dentes de alho (eu avisei que gosto da coisa!)
sal
pimenta-do-reino
1 colher (sopa) de gergelim preto e branco
Azeite de oliva extra virgem

PhotoGrid_1417220623344

Como fazer:
Cozinhe o macarrão de acordo com as informação da embalagem.
Enquanto isso, em uma panela, doure o alho picado em um fio de azeite de oliva. Acrescente o brócolis picado (use inclusive os talos) e refogue por 5 minutos. Coloque 1/2 concha da água do cozimento do macarrão no brócolis e deixe reduzir, mas a intenção é que ele fique mais durinho.
Escorra o óleo das sardinhas e coloque no refogado de brócolis com alho. Tempere a gosto com sal e pimenta-do-reino.
Quando o penne estiver cozido, junte-o à panela do brócolis e mexa para que o molho incorpore.

Sirva com gergelim tostado (é só colocar na frigideira por 2 minutos. Além de deliciosa, essa semente é rica em fibras e cheia de nutrientes, como cálcio, ferro e fósforo).

1417214051774

E aí, gostou?