4 anos

09 de Dezembro de 2010.
Costumo brincar que foi o dia que nasci de novo.
Não, não passei por nenhuma experiência de quase morte. E sim por uma experiência que me devolveu a vida.

Há exatos 4 anos estava no centro cirúrgico, fazendo a cirurgia bariátrica por bypass gástrico em Y de Roux, ou a popular redução de estômago.
Depois de tentar inúmeros métodos para emagracer (remédios, dieta da proteína, da sopa, yin e yang…), todos insustentáveis, estava com 24 anos e mais de 100kg, generosamente distribuídos em 1,54m.

Com um IMC acima de 42, aquele excesso todo começou a pesar (literalmente). Tinha dificuldade em fazer coisas do dia a dia, como fechar a fivela de uma sandália. Passar na catraca do ônibus também gerava ansiedade: será que não vou trancar? Sem contar a autoestima. Acho lindo e admiro muito quem se ama acima de tudo, mas aquele definitivamente não era o meu caso. Saía acabada de uma loja que não trabalhava com calças 54 e entrava em mini depressão quando o XXG da Renner não fechava. Eu realmente não pertencia aquele corpo, mas também não sabia muito bem o que fazer pra me livrar dele.

Foi então que, em Junho ou Julho de 2010, por algum motivo que não lembro, eu chorei. Ou melhor, eu quis chorar. E eu não tive fôlego pra isso. O ar simplesmente faltou. Nem chorar mais eu conseguia. Que tipo de vida poderia ter se até extravasar sentimentos ruins havia se tornado difícil? Naquele momento foi tomada a decisão: eu vou operar!

Muitas pessoas me questionam (e até eu me faço essa pergunta): será que não escolhi o caminho mais fácil? Avaliando HOJE, 48 meses depois e com muito mais energia, pode ser que sim, pode ser que tenha optado pelo caminho ‘mais fácil’ (apesar de ter a prática de que a recuperação de uma bariátrica não é assim tão fácil). Talvez tivesse conseguido o mesmo resultado (45kg off) com reeducação alimentar e exercício físico. Não tenho dúvidas disso. A Gabriele de hoje conseguiria! Mas a Gabriele de 4 anos atrás, não tenho certeza.

A cirurgia foi o único caminho efetivo… pra mim! O procedimento não é milagroso e a luta contra a balança é diária. O corpo se adapta e com o passar do tempo, se não tivesse aproveitado a bariátrica pra mudar a cabeça, os quilos (e todos os problemas) voltariam!

Hoje a briga não é mais só com os pneus que insistem em aumentar minha pança, e sim por uma vida mais saudável, com mais nutrientes e ainda assim, gostosa. Saúde.. é isso que busco hoje, e é isso que tentarei compartilhar sempre aqui no bloguinho.

Anúncios

2 comentários sobre “4 anos

  1. Gabi!!!!! Que demais ler um pouco da sua história!!!!! Tenha a certeza que você conseguiu alcançar seu objetivo, com muita dedicação, cuidado, observação e acima de tudo disciplina! Não importa o método, o que importa é auto-estima, é boas energias, são as virtudes do bem, mas lógico, tudo isso só se alcança com bem-estar e qualidade de vida (que agora é 100%) pra você!!
    Então sinta-se feliz com sua realização e opção!!!! Parabéns pela tua coragem!!!
    Outro motivo que está me fazendo curtir muito seu blog, é a dedicação as segundas sem carne; Como você sabe, sou Vegetariana a 8 anos e ver mais pessoas se dedicando a essa causa é bom demais! Curto muito suas receitas e espero que você compartilhe mais e mais novidades por aqui!!! 🙂 Saudades querida!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s